Hipnose Condicionativa

A Hipnose

A Hipnose é apenas o meio pelo qual acessamos a mente humana e seus respectivos níveis de memória, é um estado alterado de consciência que modifica as ondas e frequências cerebrais para afastar o crítico do racional e instalar novos pensamentos para criar novas realidades, uma vez dentro da mente, são trabalhados os registros mentais, ao nível consciente e também inconsciente.

O uso da Hipnose foi aprovado e regulamentado pelo Conselho Federal de Psicologia através da Resolução 013/2000 como recurso auxiliar de trabalho do Psicólogo.

Existem basicamente três linhas de hipnose no mundo, a clássica, a Ericksoniana e a Condicionativa.

Hipnose NÃO é mágica e não tem nada de místico, é mais uma técnica, uma ferramenta provada cientificamente utilizada há séculos que vem ajudar o individuo a superar problemas.

O paciente/cliente NÃO perde a consciência e NÃO pode ser manipulado, NÃO existe a perda de controle e NÃO faz nada que vá contra sua moral ou ética.

É principalmente eficaz quando você quer se livrar do problema e confia no Hipnólogo/Terapeuta.

O Tratamento

O tratamento na Hipnose Condicionativa é realizado diretamente no nível mental, sem qualquer sofrimento e dor. Não é uma técnica onde o hipnólogo fica investigando a vida do paciente/cliente.
Na técnica Condicionativa trabalha-se as seguintes vertentes básicas através de uma indução por relaxamento progressivo:

  • Condicionamento Interno
  • Condicionamento Externo
  • Descondicionamento de registros mentais traumáticos
  • Recondicionamento de registros mentais mais adaptativos

Existem também técnicas de indução rápidas e instantâneas em outras linhas de hipnose, onde o paciente/cliente entra em transe em questão de minutos.

Uma sessão de Hipnose Condicionativa é dividida em 4 fases

Fase 1

Utiliza-se da técnica de relaxamento progressivo, para o paciente/cliente atingir o estado de sono terapêutico, nesse momento o sensor crítico é afastado (estado de hipnose ou transe). Durante o relaxamento, baixa-se a frequência mental, neutraliza-se a ansiedade e afasta-se o crítico do racional, apenas com o intuito de acessar os níveis de memória.

Fase 2

Com o sensor crítico (racional) afastado, o terapeuta usando apenas a voz, tem acesso ao universo de registros mentais do paciente/cliente (conscientes e inconscientes), ou seja, tudo que existe guardado na memória ao longo da vida, são as vivências captadas pelos cinco sentidos perceptivos, nada se perde para a mente humana, esquecer uma pessoa ou um fato traumático, não quer dizer que foi apagado da memória, tudo é e está gravado eternamente, inclusive os registros trazidos da gestação e concepção. Fixa-se então o nível do sono terapêutico para iniciar o tratamento.

Fase 3

Agora o hipnólogo está dentro da mente, onde constam apenas e tão somente energias psíquicas e todo universo de registros vivenciados até o presente momento, conhecidos como memória consciente e inconsciente. É hora de aplicar os Mecanismos de Condicionamento, esse é o momento efetivo do tratamento, quanto mais baixos forem os níveis de ansiedade nesse momento, mais profundo torna-se o estado de transe, melhores serão os resultados. Observa-se, nesse tipo de tratamento, a existência de dois fatores que podem gerar a recaída, o primeiro é a pressão psicológica do meio, seja ele familiar, no trabalho ou social e o outro fator é a sabotagem ao tratamento, quando isso ocorre é sinal que a pessoa não está aberta para as mudanças ou utiliza o problema para chamar a atenção para si.

Fase 4

Tira-se o paciente/cliente do sono terapêutico em total segurança, afinal não existe nenhuma possibilidade da pessoa ficar presa num transe e não voltar do processo.

A média de sessões para se tratar um problema emocional grave é de 1 a 3 sessões.

Contato

Sérgio Roberto do Amaral Menezes Junior

Psicólogo e Hipnoterapeuta
CRP 06/129016

Telefones:
(14) 98154-1971 (Tim e WhatsApp)
(14) 99662-9125 (Vivo)

Endereço dos atendimentos:
Av. Rodolpho Guimarães, 981 – 2º andar
Centro – Brotas, SP

Envie sua mensagem